quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Chão de giz.


Este clássico do Zé ramalho, ultimamente predomina nos meus alto falantes. Depois de ouvir a versão ao vivo com ele e a prima[Ratificando, Valeu Carla] (Elba Ramalho) os poucos pelos do meu braço se manifestaram.
Sinceramente me emociona a forma como eles cantam essa obra prima.

Depois de alguns anos resolvi procurar o verdadeiro significado desta canção. Navegando pelo Orkut da vida li algumas versões de interpretação. Algumas coerentes, porém improváveis, outras incoerentes, porém realistas. Até que uma delas eu li e falei "CARALHO"...

A comunidade onde encontrei isso que vocês lerão abaixo tem o mesmo nome da música, e quem postou foi a Elane (Não há conheço, caso você esteja lendo isto seja bem vinda ao blog e parabéns pelo post). Como ela mesma disse, a interpretação postada foi dita pelo próprio Zé. Então credibilidade não falta à informação.
______________________________________
O Zé teve, em sua juventude, um caso duradouro com uma mulher casada, bem mais velha, da alta sociedade de João Pessoa, na Paraíba. Ambos se conheceram num Carnaval.
Ele se apaixonou perdidamente por esta mulher, só que ela era casada com uma pessoa influente da sociedade, e nunca iria largar toda aquela vida por um "garoto pé rapado" que ela apenas "usava" para transar gostoso.

Assim, o caso, que tomava proporções grandes, foi terminado. o Zé ficou arrasado por meses, e chegou a mudar de bairro, pois morava próximo a ela. E, nesse período de sofrimento, compôs a canção. Conhecendo a história, você consegue perceber a explicação para cada frase da música, que passo a transcrever:

"Eu desço dessa solidão, espalho coisas sobre um chão de giz"
Um de seus hábitos, no sofrimento, era espalhar pelo chão todas as coisas que lembravam o caso dos dois. O chão de giz também indica a fugacidade do relacionamento, facilmente apagável (mas não para ele...)

"Há meros devaneios tolos a me torturar"
Devaneios, viagens, a lembrança dela a torturá-lo.

"Fotografias recortadas de jornais de folhas... amiúde"
Outro hábito seu era recortar e admirar TODAS as fotos dela que saiam nos jornais - lembre-se, ela era da alta sociedade, sempre estava nas colunas sociais.

"Eu vou te jogar num pano de guardar confetes"
Pano de guardar confetes são aqueles balaios ou sacos típico das costureiras do nordeste, onde elas jogam restos de pano, papel, etc. Aqui, ele diz que vai jogar as fotos dela fora num pano de guardar confetes, para não mais ficar olhando-as.

"Disparo balas de canhão, é inútil pois existe um grão vizir"
Ele tenta ficar com ela de todas as formas, mas é inútil pois ela é casada com o tal figurão rico (o Grão Vizir)

"Há tantas violetas velhas sem um colibri"
Aqui ele pega pesado com ela... há tantas violetas velhas (como ela, bela, mas velha) sem um colibri (jovem pássaro que a admire). Aqui ele tenta novamente convencê-la simbolicamente, destacando a sorte dela - violeta velha - poder ter um colibri, e rejeitá-lo.

" Queria usar quem sabe uma camisa de força ou de Vênus"
Bem, aqui é a clara dualidade do sentimento dele. Ao mesmo tempo em que quer usar uma camisa de força, para manter-se distante dela e não sofrer mais, queria também usar uma camisa de Vênus, para transar com ela.

"Mas não vão gozar de nós apenas um cigarro"
Novamente ele invoca a fugacidade do amor dela por ele, que o queria apenas para "gozar o tempo de um cigarro". Percebe-se o tempo todo que ele sente por ela profundo amor e tesão, enquanto é correspondido apenas com o tesão, com o gozo que dura o tempo de se fumar um cigarro (também representativo como o sexo, pois é hábito se fumar um cigarro após o mesmo).

"Nem vou lhe beijar gastando assim o meu batom"
Para que beijá-la, "gastando o seu batom"
(o seu amor), se ela quer apenas o sexo?

"Agora pego um caminhão, na lona vou a nocaute outra vez"
Novamente ele resolve ir embora, após constatar que é inútil tentar. Mas, apaixonado como está, vai novamente "à lona" - expressão que significa ir a nocaute no boxe, mas que também significa a lona do caminhão com o qual ele foi embora - lembre-se que ele teve que se mudar de sua residência para "fugir" desse amor doentio

"Pra sempre fui acorrentado no seu calcanhar"
Auto-explicativo, né?! Esse amor que, para sempre, irá acorrentá-lo, amor inesquecível.

"Meus vinte anos de boy, "that's over, baby" , Freud explica"
Ele era bem mais novo que ela. Ele era um boy, ela era uma dama da sociedade. Freud explica um amor desse (complexo de Édipo, talvez?).
Em todo caso, "that´s over, baby", ou seja, está tudo acabado.

"Não vou me sujar fumando apenas um cigarro"
Ele não vai se sujar transando apenas mais uma vez com ela, sabendo que nunca passará disso

"Quanto ao pano dos confetes já passou meu carnaval"
Lembrem-se, eles se conheceram num carnaval. Voltando a falar das fotos dela, que ele iria jogar num pano de guardar confetes, ele consolida o fim, dizendo que agora já passou seu carnaval, ou seja, terminou, passou o momento.

"E isso explica porque o sexo é assunto popular"
Aqui ele faz um arremate do que parece ter sido apenas o que restou do amor dele por ela (ou dela por ele): sexo. Por isso o sexo é tão popular, pois só ele é valorizado - uma constatação amarga para ele, nesse caso.
Há quem veja também aqui uma referência do sexo a ela através do termo "popular", que se referiria ao jornal (populares), e ela sempre estava nos jornais, ele sempre a via neles.

"No mais estou indo embora"
Bem, aqui é o fechamento. Após sofrer tanto e depois desabafar, dizendo tudo que pensa a ela na canção, só resta-lhe ir embora.
___________
Ps: Nada de emolandia, mais quem não se emociona ouvindo essa música ja esta morto faz tempo. Isso é uma obra prima...

33 comentários:

jαnα ¦D disse...

Essas frases cheias de significados sempre são um mistério para mim. Meu entendimento das coisas se limita ao óbvio e somente ao óbvio :D
Por isso, não sou a pessoa mais indicada para comentar sobre isso...embora as frases e significados sejam interessantes.

Abraços.
='-'=


http://nerdezasaleatorias.blogspot.com/

Carioca disse...

leveza das palavras !

Carioca disse...

http://raciocinioquebrado.blogspot.com/

carla m. disse...

A música realmente é linda, e vai e volta na minha vida... Sua poesia cheia de significados ocultos (eu imaginei tantos significados... agora sei os do autor) semrpe me encantou, como qualquer mensagem cifrada.

Apenas uma pequena correção, Elba e Zé são primos e não irmãos.

abraço,

REC disse...

po bem loko mano

Lucas disse...

Bem loko o som e a interpretação ouvi varias vezes li e reli da hora a arte de fazer fatos da vida virarem canções e emocionar corações hehe... paz

Tamy disse...

Por isso eu tô aprendendo a gostar tanto desse blog
Aki eu leio coisas que talvez nunca passariam pela minha cabeça um dia ler...

Obro Prima é pouco...

kekaa disse...

uau...
não fazia nem idéia..coitado =/
pelo menos ele amou né!

=**

Arlequim disse...

Como eu ja te disse no msn uma vez, Zé Ramalho é MARA! hauiahaiuh
Essa musica é perfeita, e depois de tal explicação não tem como não senti-la.

Beijos.

TarSiLa disse...

Essa musica sempre me deixo intrigada porque até então essas frases eram completamente sem pé nem cabeça pra mim, só sabendo o contexto em que foram escritas e a explicação de cada uma pra entender mesmo, vc desvendo o misterio, "agora tudo faz sentido" huahuahahu, muito linda a musica o som dela agora então sabendo o que significa é linda e trsite
inté
=D

WaLBeRBrOWnE disse...

Caramba mano, vc saiu de sampa e mergulhou na cultura popular da minha região eim... isso é um classico... por muito tempo ouvir mais não compreendia alguns fatos...

Paz...

Um cara que tem umas musicas chapadas que passei semana passado ouvindo direto foi o Belchior... varias letras chapada...

Salve.

Edinho disse...

Essa música marcou demais a minha vida. É a única que consigo ouvir repetidamente sem me cansar.
Sabia que Zé tinha feito quando estava apaixonado por uma mulher casada de João Pessoa, mas nunca tinha visto a "tradução" completa. Agora é que ela vai tocar, já que eu entendo mais. E muita gente acha que chão de giz tem algo a ver com cocaína. Parabéns ao tradutor!
Abraços!

Ana Rafaela disse...

Essa é simplesmente a malhor música de Zé Ramalho...eu a ouço todos os dias repetidas vezes sem me cansar,mas só conseguir compreender o que ela dizia a partir de sua explicação...por isso muito obrigada!Vc fez com que eu me apaixonasse ainda mais pela música.

Iris disse...

Pois é... adorei a interpretação dada... o interessante é que ouvindo a música há muito tempo, eu era arrebatada pelas mesmas sensações das quais você expressa! Penso está em sintomia com a letra da música, uma vez que já tive uma relação nessa mesma configuração... e no mais estou indo embora, baby!
bj

Anônimo disse...

Tava pensando nessa letra,ao meu ver se tratava de um romance de um Homen casado com uma prostituta.

Anônimo disse...

simplesmente genial verdadeiro loucamente apaixonado palavras que fazem o ser humano ficarem refletino tudo isso o que ele diz e uma musica que mexe muito com a gente obrigado meu deus por tudo isso.

André Felipe disse...

adoreiiii =D
era o que eu queria saber
brigaduuu

irecê disse...

Sinceramente, eu pensava que "chão de giz" era cocaina sobre à mesa. E que ele cheirava e tinha devaneios. E que a camisa de força, é porque ele já estava alucinado e tinha que ser aconrretado etudo mais.

soniadalba disse...

AMO ESTA MUSICA ELA TEMUM SIGNIFICADO UNICO PRA MIM QUE EU GUARDAREI PARA SEMPRE NO MEU CORAÇÃO, TIVE A OPORTUNIDADE DE VER AMBOS CANTANDO É LINDO N SEI QUAL DOS DOIS ME ARREPIOU MAIS

Marcio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcio disse...

Parabéns pela postagem. Estava estudando o significado dessa letra e essa explicação parece realmente proceder.

Ao menos, tem sentido completo e compatível com a letra.

Abs.
Marcio.

Cami disse...

nossa!!!!!!
agora tudo fez sentido pra mim! ehehhe..
um gênio.. só isso explica tamanho sentimento na letra de uma música tão simbólica como essa!

Jéssica Mayara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sou disse...

A letra é brilhante, as metáforas, os jogos de palavras, simpesmente genial. Tenho essa música em três versões: Zé acústico, Zé e Elba ao vivo, Oswaldo Montenegro ao vivo, este último confere um tom melancólico à melodia. Mas em todas meus "introspectivos" pêlos dos braços também arrepiaram.

Parabéns pela postagem e pelo blog!

josias(buchecha) disse...

pow!! infelizmente o povo está perdendo parte muito grande de sua cultura, muita gente prefere ouvir um "REBOLEICHO" ,nada nada contra esses lixos sonoros, a uma poesia cantada como essa e outras de zé
esse letra difícil de ser entendida só podia ter saido de um nordeste rico em tudo...

carol disse...

meu sinceramente isso não é uma musica,isso é uma poesia,o cara é um tremendo poeta..eu não consigo escutar a musica sem chorar e eu nem gostava,só foi eu parar e escutar a musica e ler a explicaçaõ e entender como ela é linda...mara...sem contar q me faz lembrar de uma pessoa mara tbm q + ou menos se encaixa na letra..adorei a explicação

Analú Santos disse...

Gosto muito dessa música, sempre gostei na verdade, mesmo sem saber o significado.Um dia, quando estava passando pop uma situação parecida com a do Zé Ramalho, mesmo sem saber o seu significado, fiquei com muita vontade de ouvi-la.Depois me interessei em entende-la, e vi que se encaixava mais do que queria nesse meu momento.Só de ouvir o cemeço dela, me arrepio, mas ao mesmo tempo sinto grande tristeza.Então, no mais, estou indo embora!

viky disse...

Eu amei muito um pessoa e continuo amando,essa interpretação da música me fez lembrar muito o que aconteceu comigo..sei o quanto é triste se sentir um nada diante da pessoa que você daria pra ficar ...

Café com Amigos disse...

Obrigado por compartilhar isso conosco.

Débora disse...

ameeeeeeeeeeeeeeeei! eu ouvi muitas vezes esta musica, claro que eu entendia que falava sobre um amor perdido, algo baseado só no sexo
só que não sabia que havia toda esta história por trás, e que a elba era prima do zé ramalho

melhor musica do zé.

Débora disse...

vou publicar sua explicação no meu blog também, dando os devidos créditos é claro

apareça lá www.estranhomundinhoinsano.blogspot.com

Rafaela Lima disse...

A melhor postagem que já li..
Parabéns!

Murilo disse...

Parabéns!A melhor postagem que ja li!Lindo demais!Zé Ramalho sempre!